Manual de Normalização para o NITEG e o PPGCI da ECI-UFMG
Apresentação do Manual > Redação e Estilo > Linguagem adequada

Linguagem adequada

Escrever em linguagem acadêmica requer a leitura de autores acadêmicos, pois a prática é essencial para uma redação em linguagem adequada. Inclusive, antes de aventurar-se na redação do texto, o aluno deve procurar ler bastante, tanto para aprofundar no assunto pesquisado quanto para aperfeiçoar sua redação.

Ao fazer a leitura dos textos acadêmicos, é útil observar as formas de expressão dos autores, identificando os estilos mais fáceis de ler, que possam ser incorporados ao seu próprio estilo.

O texto dissertativo, de caráter científico, busca a objetividade. Dessa forma, o texto deve neutralizar a presença do enunciador, abolindo o emprego de verbos em primeira pessoa (e.g. suponho, achamos). Os resultados das observações e experiências devem ser expostos no passado, e as generalidades ou as referências a condições estáveis, expostas no presente.

Alguns elementos básicos devem ser considerados para o uso de linguagem adequada na redação de textos acadêmicos:

-  use frases curtas: evite períodos compridos, nos quais o leitor possa se perder e não entender o que foi explicitado. Mas também não deixe seu texto somente com frases curtas: uso o bom senso e o equilíbrio;

-  use linguagem moderada: a linguagem acadêmica é essencialmente comedida, portanto, não exagere nas expressões e nos adjetivos desnecessários. Faça uma varredura em seu texto e não permita excessos;

-  use adequadamente os termos técnicos: o vocabulário próprio da área estudada deve ser utilizado, uma vez que facilita a transmissão de suas idéias. Geralmente, um documento acadêmico não será lido por um leigo. Entretanto, não abuse da linguagem técnica a ponto de tornar seu texto confuso à grande massa de leitores, pois somente uma minoria será de especialistas. Preocupe-se sempre com a clareza de sua redação. Se para o termo técnico empregado houver outros sinômimos igualmente aceitos na área, adote apenas um, evitando usar os diferentes termos. Você deverá deixar explícito a existência dos termos equivalentes (sinônimos), e deixar claro que adotará apenas um deles.

Outros fatores também interferirão no uso da linguagem adequada, tais como os erros ortográficos e de acentuação. Apesar de atualmente os editores de textos corrigirem esses tipos de erros automaticamente, é bom prestar bastante atenção nesse item. Além disso, é preciso cuidado com as corretas estruturas das frases, as concordâncias, o uso das crases e de vírgulas.

Uma pontuação incorreta atrapalhará a leitura e o entendimento do texto, principalmente quando há vírgulas mal colocadas. Algumas regras simples como não colocar vírgula entre o sujeito e o verbo, ou entre o verbo e o objeto direto, podem evitar alguns erros crassos. O uso de uma boa gramática durante a redação do texto pode minimizar a ocorrência desses tipos de erros.